Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player





ALL vai ampliar atuação em rodovias
Depois de criar a Brado Logística no ano passado, focada em movimentação de contêineres, a América Latina Logística (ALL) diversifica ainda mais sua atuação, com a criação da Ritmo Logística. Focada no modal rodoviário, a empresa nasce com 65% do capital sob propriedade da ALL e 35% da Ouro Verde (transportadora e locadora com sede em Curitiba).
 
O objetivo inicial é abocanhar os negócios oriundos da demande de transporte entre rodovias e ferrovias. A ALL já atua nesse segmento, mas de forma tímida: o modal rodoviário representa cerca de 3% de sua receita bruta e 1% de seu Ebitda. Com a criação da Ritmo, a ALL quer elevar esses números. "Existe um grande mercado rodoviário no entorno da malha da ALL tendo como origem ou destino a ferrovia. Atualmente, esse mercado é pouco explorado pela companhia, havendo um potencial de faturamento muito maior", resume Paulo Basílio, presidente da ALL, ao Valor.

Do giro operacional da ALL e da Ouro Verde, a empresa herda uma receita bruta de R$ 270 milhões. Segundo Marcelo Mokayad, presidente da Ritmo, a expectativa é multiplicar esse faturamento por cinco nos próximos anos. A nova empresa nasce incorporando ativos e operações de ALL e Ouro Verde. Da primeira, serão 325 caminhões, trucks e cavalos. Da Ouro Verde, 373 (de um universo de 15 mil, segundo o presidente da transportadora, Karlis Kruklis).

O aporte financeiro de cada companhia será de R$ 3 milhões, além de aportes recebíveis que totalizam R$ 15 milhões, sendo R$ 9,8 milhões da ALL e R$ 5,3 milhões, da Ouro Verde. Segundo os diretores de ambas as companhias, a Ritmo nasce sem dívidas. Os eventuais passivos anteriores à criação da nova empresa permanecem com os respectivos acionistas. "Já nascemos como uma das grandes no setor. A geração de valor para esse negócio vai se alavancar muito mais nos próximos anos", diz Mokayad. A Ritmo já tem em seu portfólio clientes como Bayer, Guardian, GM, Iveco, White Martins, AmBev, Nestlé, Heineken, Peróxidos e Kraft Foods.

A Ouro Verde foi procurada há cerca de oito meses pela ALL para o novo projeto. Com 38 anos de atuação, realiza serviços relacionados às áreas de logística (transporte cargas secas, líquidas, além dos setores de vidros, papel, celulose, alimentos e bebidas), locação de veículos, equipamentos e serviços. Trabalha com exportação e importação de cargas para a Argentina (onde a ALL tem concessões ferroviárias), além de Chile, Paraguai e Uruguai.

Em 2010, a unidade rodoviária da ALL apresentou receita bruta de R$ 106,6 milhões e Ebitda, de R$ 12,9 milhões. Já a Ouro Verde apresentou receita bruta de R$ 169,9 milhões e Ebitda, de R$ 16,7 milhões.

Fonte:Valor Econômico/Fábio Pupo | De São Paulo







Mais Navegação:
Entre Contato:

(17) 3345-3981

quintella@cqlogistica.com.br
juniorquintella@cqlogistica.com.br

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Compartilhe:
Todos os direitos reservados - CQ Logística 2019 | ADM